quinta-feira, 26 de maio de 2011

Sábios Contos: A fome que perdura (conto maia)






Ouça enquanto navega pelo blog!


E o homem sentou sozinho numa tristeza profunda. E todos os animais se aproximaram e disseram:
- Não gostamos de ver você tão triste. Peça o que quiser e você o terá.

O homem disse:
- Quero ter boa visão.
O abutre respondeu:
- Terá a minha.


O homem disse:
- Quero ser forte.
A onça respondeu:
- Será forte como eu.

Então o homem disse:
- Quero saber os segredos da terra.
A serpente respondeu:
- Vou revelá-los a você.

E assim foi com todos os animais. E quando o homem tinha tudo o que eles podiam lhe dar, ele partiu.

Então a coruja disse aos outros animais:
- Agora o homem sabe muito e pode fazer muitas coisas... De repente, tenho medo...

A corça disse:
- O homem tem tudo de que precisa. Agora sua tristeza irá acabar.

Mas a coruja respondeu:
- Não. Eu vi um vazio no homem. Grande como uma fome que ele nunca vai saciar. É isso que o deixa tão triste e é isso que o faz querer mais. Ele vai pegando e pegando... Até um dia em que o mundo dirá: "Não mais existo, e nada mais tenho para dar."



Autoria desconhecida
Blog Widget by LinkWithin

2 comentários:

  1. A Coruja tem a voz do Mestre Myiagi ? hsuahsua

    ResponderExcluir
  2. IUAHEIAUEHUIAEHAEHIAEHAEIUHAEIUHAEIUHAEIUHAEIUHEAU

    ResponderExcluir